Graduação

Bacharelado Interdisciplinar em Ciências do Trabalho

 

Inscrições abertas para processo seletivo 2018

 

 

A Escola DIEESE de Ciências do Trabalho está com inscrições abertas para o processo seletivo 2018 do Bacharelado Interdisciplinar em Ciências do Trabalho. São 40 vagas, para aulas no período noturno.

 

As inscrições podem ser feitas pela internet, no sítio da Escola, http://sagu.dieese.org.br/vestibular até 15 de dezembro de 2017; ou pessoalmente, na sede da instituição: rua Aurora, 957 (Santa Ifigênia, São Paulo, SP, próximo ao Metrô República), de segunda a sexta-feira, das 9h às 18h.

 

O valor da taxa de inscrição é de R$ 30,00 (trinta reais) e deverá ser pago por meio de boleto bancário.

 

O processo seletivo consiste de redação e entrevista.

 

O curso é reconhecido pelo Ministério da Educação (MEC), avaliado com nota 4, em uma escala que vai de 1 a 5, e tem duração de três anos. As aulas são presenciais, ministradas de segunda a sexta-feira, no período noturno, no Centro de São Paulo.

 

 

Confira o Edital de abertura

 

Sobre o curso

 

Ciências do Trabalho é um novo campo de conhecimento, que começa a ser constituído com o Bacharelado Interdisciplinar em Ciências do Trabalho. Não há diretrizes curriculares para o curso. A graduação é, portanto, uma inovação, instituída para ensino e pesquisa como parte de um projeto que reflete valores e necessidades da classe trabalhadora. A finalidade estratégica é reposicionar o tema do trabalho na sociedade e na academia, a partir da visão do trabalhador, levando a questão a ser reconhecida como relevante por toda a sociedade.


O curso se propõe a analisar temas estruturais da realidade socioeconômica do país; as transformações na organização e gestão do trabalho e da produção; a qualidade do trabalho e de vida. Propõe-se também a difundir resultados de investigações e análises sobre o tema.


A graduação em Ciências do Trabalho propõe estudos, pesquisas e reflexões realizadas por estudantes e docentes na perspectiva dos que vivem do trabalho. O ponto de partida será um conjunto organizado de conhecimentos relativos ao tema, estudos e teorias que valorizam a experiência dos sujeitos trabalhadores e a construção de um método próprio de análise. O conhecimento será produzido a partir das indagações dos estudantes pesquisadores, em consonância com o conhecimento metodológico e científico já existente e validado. A estrutura curricular é interdisciplinar e a Economia Política, a História Social e a Sociologia Política são as áreas do conhecimento científico que fornecerão os fundamentos teóricos, conceituais e metodológicos.
Entre outras razões, o Bacharelado em Ciências do Trabalho justifica-se por:

  • Incentivar a produção de conhecimento científico em trabalho e capacitar para a análise e a reflexão crítica da realidade para uma atuação transformadora.
  • Promover competências para demandas de trabalho na área sindical, parlamentar, social, cultural em pesquisa, educação, em assessoria e gestão.
  • Capacitar para a atuação em espaços formais e não formais, com domínio da natureza do conhecimento sociopolítico, histórico e econômico nas questões do trabalho e das práticas necessárias para a produção e divulgação desse conhecimento.

A formação em Ciências do Trabalho

 

A proposta do Bacharelado Interdisciplinar em Ciências do Trabalho é formar profissionais que possam se apropriar do conhecimento produzido socialmente; produzam conhecimento sobre trabalho e utilizem os instrumentos necessários para uma ação criativa e transformadora da realidade em que vivem e em que trabalham. Ao final do curso, o bacharel em Ciências do Trabalho deve estar pronto para:

  • Dominar a natureza dos processos educativos que permitem identificar as possibilidades de um projeto formativo de interesse dos trabalhadores.
  • Desenvolver projetos de pesquisa a partir do trabalho e difundir os resultados no âmbito acadêmico, sindical, em instituições de ensino, espaços culturais, em entidades governamentais e não-governamentais.

Campo de atuação

 

O bacharel em Ciências do Trabalho estará capacitado para atuar em diferentes espaços profissionais. Como a questão do trabalho é essencial para a vida humana e um campo de interesses em eterna disputa e conflitos, a área de atuação do bacharel em Ciências do Trabalho é bastante ampla. Entre as diversas possibilidades de atuação estão as áreas sindical, parlamentar, social, cultural, de pesquisa, educação, assessoria e gestão.

 

Situação Legal

  •  Reconhecido pelo MEC com nota 4, em uma escala que vai de um a cinco.
         Portaria nº 309, de 28 de abril de 2015, publicada no Diário Oficial da                União nº 80, de 29 de abril de 2015
  • Duração: 3 anos
  • Turno: Noturno
  • Vagas: 40 vagas
  • Campus: Rua Aurora, 957, Santa Ifigênia, São Paulo

Atividades Complementares


 Atividades Complementares fazem parte da formação do bacharel em Ciências do Trabalho, para completar os conteúdos curriculares. Propiciam atualização permanente em temas emergentes relacionados ao curso de Ciências do Trabalho, estimulando a produção científica discente e a divulgação e contribuindo para a formação geral dos alunos.

Conforme o Parecer nº 492/2001 do Conselho Nacional de Educação/Câmara de Educação Superior do Ministério de Educação, as atividades complementares são componentes curriculares obrigatórios, com carga horária flexível, e se caracterizam pelo conjunto de atividades de ensino, pesquisa e extensão que garantem ao aluno uma formação abrangente.

 

Regulamento

 

Trabalho de Conclusão de Curso - TCC

 

De acordo com o Projeto Pedagógico do Curso de Ciências do Trabalho (PPC), o Trabalho de Conclusão de Curso (TCC) é parte inerente ao curso de graduação (Bacharelado em Ciências do Trabalho).

Tem como objetivo a formação teórico-prática do bacharel e a contribuição para a constituição das Ciências do trabalho como um campo de conhecimento científico.

 

 

Regulamento